ESTUDOS DE CASO

  • 29fev/08
    Depósito Gerdau em Ouro Branco: Logística Integrada aplicada para Cargas de Projeto

    A Multiterminais Alfandegados do Brasil foi parceira do Grupo Gerdau no projeto siderúrgico na cidade de Ouro Branco – MG. Foi um mega projeto logístico em que a Multiterminais participou de todas etapas.

    Conheça mais sobre esse caso

    Compartilhe   

    A Multiterminais foi responsável pela descarga dos 11 navios no Porto do Rio de Janeiro, a armazenagem das peças e o transporte até o local de destino. Um volume equivalente a mais de 7.000 carretas, especiais e comuns, foi necessário para o transporte da mercadoria do Terminal MultiRio até o destino final. Esse transporte foi feito em regime de Trânsito Aduaneiro.
     
    O projeto consistiu na montagem de um alto forno, uma coqueria e uma unidade de sinterização.
     
    Veja abaixo alguns números da operação:
    - 11 navios
    - 132.000 toneladas de carga
    - 7.640 viagens de carretas, sendo:
         - 5.200 viagens em carretas convencionais e
         - 2.460 viagens em carretas especiais
    Ocultar
  • 20fev/08
    Depósito Mercedes Benz: Controle Total de Peças

    O processo logístico, desde a importação de peças, até a entrega na fábrica da Mercedes-Benz em Juiz de fora foi feita pela ALB. A ALB é uma Joint Venture entre a Multiterminais e a Schenker International, um dos maiores "freight forwarders" do mundo.

    Conheça mais sobre esse caso

    Compartilhe   

    O material que abasteceu a MB do Brasil chegou via modal marítimo.
     
    Depois da atracação e autorização para descarga do navio por parte das autoridades, os contêineres foram transferidos para uma área segregada no Porto do Rio de Janeiro, operada pela Multiterminais. Enquanto estavam sendo segregados, os procedimentos para emissão do DTA (Declaração de Trânsito Aduaneiro) foram realizados para posterior carregamento via ferroviária ou, no caso de contêineres críticos, via rodoviária. O tempo médio desta operação, desde a chegada do navio no porto do Rio de Janeiro até a chegada do container em Juiz de Fora foi de 3 à 4 dias úteis para o transporte no modal ferroviário. No modal rodoviário houve um ganho no tempo total de transporte de até 08 horas.
     
    Quando os contêineres chegaram em Juiz de Fora, foram descarregados diretamente dentro do Porto Seco - JF pela própria Multiterminais. Neste momento, a DTA foi concluída dentro do sistema SISCOMEX Trânsito, os contêineres foram desunitizados, "check-in" de caixa efetuado e a liberação aduaneira iniciada. Sempre, a liberação aduaneira é consoante com a necessidade de consumo e a data FIFO. O sistema SAP indica a ordem dos processos que são desembaraçados. O material desembaraçado foi imediatamente transferido para o Armazém onde foi realizado o controle de entrada através do "check-in" de partes.
     
    A armazenagem foi feita de forma a facilitar o controle visual levando em conta caixas tipo GLT e KLT.
     
    Depois de receber a chamada Kanban, as caixas foram separadas e entregues para a Daimler Chrysler -JDF dentro de no máximo 01 hora de reação.
    Ocultar

fotos e vídeos

Ver galeria completa

estudos de caso

Ver todos os resultados
  • Depósito Gerdau em Ouro Branco: Logística Integrada aplicada para Cargas de Projeto

    A Multiterminais Alfandegados do Brasil foi parceira do Grupo Gerdau no projeto siderúrgico na cidade de Ouro Branco – MG. Foi um mega projeto logístico em que a Multiterminais participou de todas etapas.

    Leia mais
  • Depósito Mercedes Benz: Controle Total de Peças

    O processo logístico, desde a importação de peças, até a entrega na fábrica da Mercedes-Benz em Juiz de fora foi feita pela ALB. A ALB é uma Joint Venture entre a Multiterminais e a Schenker International, um dos maiores "freight forwarders" do mundo.

    Leia mais
história /grandes marcos
Saiba mais
área de atuação
Saiba mais